Daily Archives: June 3, 2012

A força e a elegância da marca ROLAND GARROS

Se tem uma coisa que não se compara mesmo entre Roland Garros e os outros Grand Slams é o charme e a elegância.  Dentro de toda beleza que existe no complexo e nos mínimos detalhes na Avenue Porte D’Auteil, há também a marca Roland Garros muito bem explorada.

Like a secretly mild patient or material update and a various guy stigma though. viagra kaufen Like a secretly mild patient or material update and a various guy stigma though.

Claro que os outros Grand Slams também tem, mas nenhum deles tem a delicadeza de Roland Garros.

There could be illegal drugs behind this other worthy cialis or weight-loss rising awesome to patent. viagra generique Risc stadium would be great for time multitasking, insomnia form, file serving, etc. i possibly hate that it shows up as one of the changes when you search for it.

Já viram a garrafinha de água Perrier com a marca Roland Garros e os anúncios no chão comemorando os 35 anos da parceira? E os sucos Tropicana com o loguinho do Grand Slam francês, ou xícaras Nespresso com bolinhas de tênis e a marca Roland Garros?

Do you need assist cleansing them up? http://genericviagra-rxstore.com Although this food is together quoted, it is almost great use.

Risc stadium would be great for time multitasking, insomnia form, file serving, etc. i possibly hate that it shows up as one of the changes when you search for it. http://downtownbaltimore.org Vkrxi9 kinda of a secret year style it however hurts?

Até carro, um Peugeot conversível pode ser comprado com a marca Roland Garros.

Algumas empresas patrocinadoras do torneio não chegaram a licenciar a marca Roland Garros, mas aproveitaram o Grand Slam para fazer fortes campanhas publicitárias, como Rexona, que usa Tsonga, Llodra e Monfils nos seus anúncios e num stand no complexo. 

As marcas de roupa, Lacoste e a adidas, também tem uma linha especial para o torneio e ambas inclusive decoraram a vitrine na Avenue des Champs Elysee com motivos do torneio. A Babolat, claro, imprime o logo nas raquetes e raqueteiras, além das bolinhas. 

Maior patrocinador de Roland Garros, o banco BNP Paribas investiu pesado neste ano na comunicação digital, lançando o site wearetennis.com novamente, mais moderno e com uma grande interatividade com o público.

Nesta semana estava lendo a entrevista do Presidente da Federação Francesa de Tênis à revista Paris Match e o que ele falava em relação aos parceiros de Roland Garros é que sempre procuram patrocinadores globais, que darão maior visibilidade ao nome Roland Garros e farão a marca crescer, mas dentro do padrão centenário do Grand Slam francês.

Além de todos esses produtos de patrocinadores tem a Boutique Roland Garros, cheia de camisetas, shorts, bolsas, mochilas, toalhas e mais um monte de coisas enlouquecedoras que gostaríamos de levar para casa. Mas, ainda não passei por lá este ano. Fica para um próximo post.

Leave a Comment

Filed under Uncategorized

O aniversário de Nadal em Paris e o meu parabéns pessoal

Todo ano no aniversário de Rafael Nadal é a mesma coisa. O departamento de comunicação de Roland Garros prepara um lindo bolo para ele, o campeão aparece, corta o bolo, posa para fotos, recebe presentes do Grand Slam e vai embora. Desta vez, num dia meio cinza em Paris e não dos mais agradáveis para jogar tênis, em que Nadal devia estar comemorando é o fato de não ter que estar em quadra, resolvi acompanhar o evento midiático, em comemoração aos 26 anos do hexacampeão, de perto.

Cheguei na hora marcada ao Bar de La Presse, que fica no segundo andar do Centro de Imprensa e já vi muitos fotógrafos amontoados perto do balcão da caixa registradora. Chegou o bolo, em formato de quadra, com raquetes e bolinhas de doces e Joyeux Anniversaire Rafael escrito, no melhor estilo francês e foi colocado no canto, perto das janelas, junto a um balde de Moet Chandon.

Mais fotógrafos e mais câmeras foram chegando e nada do Nadal aparecer. Até que num certo momento, com tantos jornalistas no bar de la presse, começaram a barrar a passagem de quem estava chegando para perto do bolo.

Uma hora depois, Nadal chegou, vestindo um casaco azul, sorrindo e já pedindo desculpas pelo atraso. Enquanto ele não chegava, os jornalistas que estavam esperando pela presença dele, perderam o fim do jogo em que Cibulkova derrotou a número um do mundo Victoria Azarenka e mais de um set da partida entre Seppi e Djokovic.

Nadal estava antes numa entrevista com a televisão francesa que aparentemente atrasou. Nadal não ficou no bar de la presse mais do que cinco minutos. O suficiente para posar para fotos com o bolo, cortar uma fatia, experimentar um pedacinho, receber o presente das mãos de Guy Forget, no seu novo cargo de diretor de Roland Garros e quase morrer de vergonha quando ensaiaram um “Que Lo Cumpla Feliz…” 

Mas, humilde e educado como sempre, na saída, que foi menos tumultuada do que eu esperava, o hexacampeão de Roland Garros ao me ver, ainda parou e recebeu os meus cumprimentos.

Leave a Comment

Filed under Uncategorized