Bruno Soares vai à final com Vesnina no Australian Open e faz história no tênis

Bruno Soares está fazendo história na Austrália. Depois de ter se classificado para a final de duplas, com o britânico Jamie Murray, nesta sexta-feira ele avançou também à decisão de duplas mistas, com a russa Elena Vesnina. Eles venceram a indiana Sania Mirza e o croata Ivan Dodig, por 7/5 7/6(4). Com a vitória, Bruno se tornou o primeiro brasileiro, depois de Maria Esther Bueno, e o único entre os homens, a disputar duas finais no mesmo Grand Slam.

Soares e Vesnina

Além de fazer história para o país, Bruno Soares jogará pelo terceiro trofeu de duplas mistas da carreira, já tendo dois do US Open, com Ekaterina Makarova, em 2012 e outro com Sania Mirza, em 2014. Jogará pelo primeiro título de duplas, tendo sido vice-campeão do US Open, em 2013.

“Difícil de imaginar que estaria nas duas finais. Um torneio como Grand Slam, fazer uma final já é super difícil, ainda mais duas. Vamos tentar aproveitar o momento e surfar essa onda e quem sabe pegar os dois títulos. No ano em que fiz final em 2013, no US Open, quando o Alex (Peya) machucou, perdi na semi de duplas mistas. Quase que deu dobradinha lá. E agora estou muito feliz com a dobradinha aqui. ,” disse Bruno Soares.

Esta é a primeira vez que Soares e Vesnina jogam juntos. “Conversei com a Sania no fim do ano e ela disse que queria trocar de parceiro. Mandei uma mensagem para a Vesnina, convidei e ela topou. A gente já se conhecia há um bom tempo, até por causa da Makarova. Ela ia sempre acompanhar o nosso jogo. Estou super feliz com o nosso resultado até agora.”

Com duas finais para disputar no fim de semana, Bruno credita o bom rendimento físico em quadra à pré-temporada realizada em Belo Horizonte. “O físico está super bom. O fato de estar disputando um jogo todo dia tem ajudado bastante. A programação tem sido muito boa, mas com certeza uma boa pré-temporada e o trabalho do Chriszogno Bastos foi fundamental para isso.”

Para se preparar para a final, o mineiro vai focar jogo a jogo. “Estou jogando todo dia e tem sempre que pensar no próximo jogo. Agora vou começar a focar na final de duplas masculinas que é amanhã e tentar esquecer o que a gente está jogando e focar em ganhar o jogo. Se pensar muito em final de Grand Slam, você acaba esquecendo de jogar. É focar no que a gente vem fazendo e que vem dando muito certo. Já sou mais experiente, já passei por isso outras vezes, já sei o que esperar e como me preparar. Estou tranquilo e espero poder jogar o meu melhor.”

A decisão de duplas, contra Daniel Nestor e Radek Stepanek, acontece no sábado, na Rod Laver Arena, após a final de simples feminina. A de duplas mistas, contra Coco Vandeweghe e Horia Tecau é realizada no domingo, antes da final de simples masculina.

Com chance de aumentar em 2 os trofeus do Brasil em Grand Slam, Bruno afirma:  “O Brasil também é o país das duplas. Há um bom tempo, eu o André e o Marcelo temos conseguido grandes resultados. Entra ano, sai ano e a gente vai elevando o nível do nosso tênis.”

SOBRE BRUNO SOARES – Mineiro nascido em 27/02/1982, Bruno Soares é um dos principais nomes da história do Brasil. Ao ganhar o US Open nas duplas mistas, em 2012, se juntou ao seleto grupo de campeões de Grand Slam brasileiros, que inclui apenas Maria Esther Bueno, Gustavo Kuerten, Thomaz Koch e Marcelo Melo. Em 2014 repetiu a façanha conquistando o segundo título em Nova York.
Além dos trofeus no US Open, Bruno tem 21 títulos de duplas no circuito e 20 vice-campeonatos e chegou ao 3o. posto no ranking mundial de duplas em 2013 (é o 22o. atualmente).
O tenista que  tem a sua carreira gerenciada pela LinkinFirm, do ex-tenista profissional Marcio Torres, conta atualmente com os patrocínios da Asics, Correios, MRV Engenharia, Banco BMG, Land Rover, Estácio,Wilson e Optimum Nutrition.

Leave a Comment

Filed under Uncategorized

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *