Tag Archives: atp duplas

Bruno Soares atinge melhor ranking da carreira e é número dois do mundo

O brasileiro Bruno Soares amanheceu nesta 2a. feira como o 2o. tenista mais bem colocado do ranking mundial de duplas, o melhor da sua história. Soares pulou da 4a. para a 2a. posição, superando a melhor colocação alcançada pela primeira vez em 2013, a de número 3.

Campeão do Australian Open e do US Open, vice dos Masters 1000 de Monte Carlo e do Canadá, além do título do ATP de Sydney, todos ao lado de Jamie Murray, Bruno vem fazendo a melhor temporada da sua história e comemora a chegada ao 2o posto no ranking da ATP.

screen-shot-2016-10-16-at-10-43-22-pm

“Tenho que comemorar e muito o fato de eu chegar a número dois do mundo. Tive perto e a uma vitória de ser número um, mas isso não tira a felicidade que eu estou de ser número dois do mundo. É o meu melhor ranking. Tinha sido 3, agoro sou 2 e ainda continuo na briga, até o final do ano para ser número um. Vou ter que ganhar mais e fazer mais coisas para ser número um. Continuo na briga também para terminar o ano como a dupla número um do mundo, que é o meu grande objetivo,” disse Bruno, de Estocolmo, onde joga o ATP 250 desta semana ao lado de Marcelo Melo.

“É especial sempre jogar com o Marcelo. A gente joga aqui para continuar a nossa preparação para os torneios grandes da Europa. É difícil para gente voltar pra casa depois de jogar na Ásia, com todo fuso-horário e o pouco tempo que temos entre um torneio e outro. Apesar de ser um torneio 250 é importante para a nossa adaptação para os próximos eventos,” contou Bruno, que foi campeão na Suécia em 2012 ao lado de Melo.
O parceiro mineiro curiosamente nesta época, chegou ao topo do ranking mundial de duplas.

“As coisas que eu e o Marcelo a gente vem conquistando nos últimos anos são incríveis para o Brasil e para Minas. São feitos enormes e temos que aproveitar esse momento. Toda semana é um título grande, é um grande resultado, um recorde quebrado e isso é muito especial para o tênis brasileiro.”

A estreia em Estocolmo, onde são cabeças-de-chave 1 é contra o argentino Juan Martin del Potro e o sul-africano Kevin Anderson.

SOBRE BRUNO SOARES – Mineiro nascido em 27/02/1982, Bruno Soares é um dos principais nomes da história do Brasil. Ao ganhar o US Open nas duplas mistas, em 2012, se juntou ao seleto grupo de campeões de Grand Slam brasileiros, que inclui apenas Maria Esther Bueno, Gustavo Kuerten, Thomaz Koch e Marcelo Melo. Em 2014 repetiu a façanha conquistando o segundo título em Nova York.
Em janeiro de 2016, no Australian Open, conseguiu o feito inédito de vencer o 1o. Grand Slam de duplas, com Jamie Murray e de conquistar também o trofeu nas duplas mistas, com Elena Vesnina, se tornando o primeiro brasileiro desde Maria Esther Bueno, em 1960 a vencer dois títulos no mesmo torneio.
Em setembro de 2016, ganhou o segundo Grand Slam de duplas, no US Open, em NY, se tornando a primeira parceria (com Jamie Murray), a vencer dois Slams no mesmo ano, desde os Irmãos Bryan em 2013.
No total, nas duplas Bruno tem 23 títulos de duplas no circuito e 22 vice-campeonatos e chegou ao 2o. posto no ranking mundial de duplas em 2016.
O tenista que  tem a sua carreira gerenciada pela LinkinFirm, do ex-tenista profissional Marcio Torres, conta atualmente com os patrocínios da Asics, Correios, MRV Engenharia, Banco BMG, Sense Bikes, Aliansce, Estácio,Wilson e Optimum Nutrition.

Leave a Comment

Filed under Uncategorized

André Sá conquista 10o. título e carreira atravessa gerações

Dá pra imaginar que André Sá estava disputando a sua primeira final de ATP, nas duplas, há 17 anos? Era 1998, o parceiro era o gaúcho Nelson Aerts. Os adversários, os lendários Woodies, já se aposentaram faz tempo, assim como Aerts. O ATP, o de San José, já não existe mais. Era outro tempo, outra geração e ainda assim, André Sá continua competindo no circuito e agora aos 38 anos vem fazendo uma das melhores temporadas da carreira. Conquistou na noite deste sábado, na Croácia, o título número 10 da carreira, ao lado do argentino Maximo Gonzalez.

André Sá tennis atp

A vitória em Umag foi muito comemorada. André teve o raro privilégio de ganhar um título diante da esposa Fernanda e da filha Carolina. Ganhou no saibro – e todo mundo sabe que ele gosta de uma quadra bem rápida – e celebrou o terceiro título do ano, vendo o seu trabalho recompensado.

Para quem não disputava uma final de ATP desde 2012, não ganhava um título desde 2011, conquistar o terceiro trofeu do ano, com três parceiros diferentes é para celebrar mesmo.

André é exemplo de longevidade e amor ao esporte.

Nestes últimos anos em que nem final disputou, viu os conterrâneos mineiros, Bruno Soares e Marcelo Melo, que começaram jogando com ele, cresceram no circuito inspirados por ele, conquistarem Grand Slams, disputarem o Masters, enquanto jogava semana atrás de semana com parceiros diferentes. Jogou Challengers no meio do caminho, ficou longe de uns grandes torneios, mas estar no circuito e competir sempre falou mais alto e ele segue muito firme  com o propósito de continuar no tour ao menos até as Olimpíadas, em que já é o brasileiro com mais participações.

Abaixo um quadrinho com as 25 finais do André Sá – dá um panorama bem interessante das gerações do esporte em que ele já transitou.

2015 – UMAG – Sá/Gonzalez d. Fyrstenberg/Gonzalez

2015 – NOTTINGHAM – Sá/Guccione d. Cuevas/Marrero

2015 – BUENOS AIRES – Sá/Nieminen d. Marach/Andujar

2012 – STUTTGART – Chardy/Kubot d. Sá/Mertinak

2012 – DELRAY BEACH – Fleming/Hutchins d. Sá/Mertinak

2012 – BUENOS AIRES – Marrero/Verdasco d. Sá/Mertinak

2012 – BRASIL OPEN Butorac/Soares d. Sá/Mertinak

2011 – KITZBUHEL – Bracialli/Gonzalez d. Sá/Ferreiro

2011 – METZ – Sá/Murray d. Melo/Dlouhy

2011 – BUENOS AIRES – Marach/Mayer d. Sá/Ferreiro

2009 – QUEEN’S – Moodie/Youzhny d. Sá/Melo

2009 – DELRAY BEACH – Bryan/Bryan d. Sá/Melo

2008 – NEW HAVEN – Sá/Melo d. Bhupathi/Knowles

2008 – POERTSCHACH – Sá/Melo d. Melzer/Knowle

2008 – BRASIL OPEN – Sá/Melo d. Montanes/Ventura

2008 – QUEEN’S – Nestor/Zimonjic d. Sá/Melo

2007 – ESTORIL – Sá/Melo d. Garcia/Prieto

2003 – AMERSFOOT – Bowen/Fisher d. Sá/Haggard

2002 – AMERSFOOT – Coetzee/Haggard d. Sá/Simoni

2002 – BRASIL OPEN – Humphries/Merklein d. Sá/Kuerten

2001 – BOGOTÁ – Hood/Prieto d. Sá/Rodriguez

2001 – NEWPORT – Bryan/Bryan d. Sá/Weiner

2001 – HONG KONG – Sá/Braasch d. Luxa/Stepanek

1998 – SAN JOSE – Woodforde/Woodbridge d. Sá/Aerts

 

Leave a Comment

Filed under Uncategorized

Bruno embarca para nova série de torneios, culminando com o US Open

Depois de duas semanas de recuperação, treinamento e preparação, o tenista Bruno Soares embarca nesta quinta-feira para uma série de 5 torneios, culminando com o US Open. Ele inicia, com o parceiro austríaco Alexander Peya, a série de disputas com o ATP 500 de Hamburgo e depois segue para a América do Norte, onde joga o ATP 500 de Washington, os Masters 1000 do Canadá e de Cincinnnati e o US Open.

10568804_832205416792262_3381727219679091784_n

“Depois da temporada de grama foi bom voltar pra BH – Belo Horizonte – , passar essas duas semanas, treinar bastante, recuperar o físico e me preparar para mais uma temporada pesada. Começo em Hamburgo e embalo direto pros Estados Unidos, com uma semana livre de treino em Miami, para manter clima e o ritmo lá que também é bem quente, fazer os últimos ajustes para o US Open e finalizar bem em NY,” antecipou o mineiro, que no ano passado, nesta temporada foi campeão de duplas do Masters 1000 canadense e de duplas mistas no US Open, com Sania Mirza.

“São 4 torneios grandes, o quinto é um Grand Slam e tem muito ponto em jogo. A corrida para Londres , para o Finals, está super disputada, como nunca esteve. Vai ser importante jogar bem e somar bastante nessa temporada de quadras rápidas. A gente defende muitos pontos, defende título de Montreal e queremos jogar bem, para manter o ranking para o final do ano.” Bruno e Peya são os 10o. colocados na Corrida para Londres.

Bruno viaja motivado, animado e à espera de um bom resultado. “Como venho falando, a gente está jogando bem há um tempo, bem mais consistente e logo logo vamos encaixar um resultado importante.”

CALENDÁRIO
27 jul – ATP 500 Hamburgo (saibro)
03 ago – ATP 500 Washington (rápida)
10 ago – Masters 1000 Canadá – Montreal (rápida)
17 ago – Masters 1000 Cincinnati (rápida)
31 ago – Grand Slam – US Open (rápida)

Leave a Comment

Filed under Uncategorized