Tag Archives: joao souza roland garros

Vai começar! As novidades em Roland Garros passam pelo falcão para espantar os pombos, mas estão voltadas para o entretenimento do público, em Paris.

 

Roland Garros começa neste domingo e dos três brasileiros na chave principal, João Souza já estreia contra Cedrik Marcel Stebe. Thomaz Bellucci, contra Victor Troicki e o qualifier Rogerinho Dutra Silva, contra John Isner, jogam na segunda ou na terça-feira. Tomara que me esperem chegar!

Já nestes dias que antecedem o torneio, fica um clima diferente no ar, mesmo de longe e como foi bom acompanhar nesta semana a movimentação pré-torneio da qual, por muitos anos, participei  lá mesmo, em Paris. É a semana que os patrocinadores usam para fazer ações com os tenistas e que os jogadores aproveitam para fazer algum ajuste no jogo e entrar no clima da competição. Houve o anúncio do contrato de Djokovic com a Uniqlo, do Guga, mesmo já sem jogar, com a Lacoste, e muito mais.

Como ainda não pousei no Charles de Gaulle, não estou sentindo a terra batida em mim, mas já andei pesquisando o que tem de novidade em Roland Garros neste ano, além das batalhas de Rafael Nadal, Novak Djokovic e Roger Federer.

Fisicamente não dá para esperar muita coisa, mas a Federação Francesa de Tênis entendeu que precisa dar mais atenção ao público e investiu neste relacionamento.

Reproduzo aqui uma parte da matéria que escrevi para a edição 119 da Tennis View, falando desse desenvolvimento no Grand Slam francês, desde o falcão para espantar os pombos, até o serviço de lanches com reserva antecipada pela internet.

Mais espaço para entretenimento em 2012

A grande mudança em Roland Garros só está programada para 2017. É, era 2016, mas a Federação Francesa de Tênis teve que reorganizar o seu calendário de intervenções na região de Porte D’Auteil para evitar protestos da vizinhança.

Bem antes disso, já nesta edição de 2012, algumas mudanças serão notadas no complexo e na organização de Roland Garros, para atender, principalmente o público.

 

Beach Tennis

A quadra 13, próxima à Suzanne Lenglen, deixa de ser utilizada para jogos e foi transformada em um espaço para a prática de mini-tennis e pela primeira vez com destaque em Roland Garros, de Beach Tennis.

Haverá nesta área um espaço para alimentação e de sessões de autógrafos, mas limitado para não fazer muito barulho e atrapalhar os jogos nas quadras próximas.

A zona de convivência atual, situada entre a quadra 1 e a Philippe Chatrier – aquela onde está a estátua dos Mosqueteiros que costumamos ver na televisão – também será ampliada.

Só a parte do “Smash Tennis” será mantida. Um novo espaço, com um terraço, terá atrações e estandes promocionais e de diversão.

O local onde ficam os encordoadores, onde há espaço para jogos online e entretenimento também estará maior, já de acordo com o projeto do futuro estádio.

 

Novas entradas

Reservado para poucos – credenciados e convidados, ou quem já tem ingresso na mão – a porta Suzanne Lenglen terá já a partir deste ano uma recepção e um estande de informações, no lugar da estação policial, transferida para a Porta 13.

Essa central de informações servirá também para os achados e perdidos, ponto de encontro e para desafogar as filas na entrada principal.

A Federação Francesa também já anunciou mais sinalização nas proximidades do Estádio, principalmente na saída do metrô Porte D’Auteil – meio de transporte utilizado pela maioria para ir a Roland Garros – com este mesmo objetivo.

 

Alimentação On Line

Introduzidos no ano passado, os “vendedores ambulantes” da quadra central permanecerão, como maneira de diluir as filas nos estandes de alimentação.

Ah, e se você quiser reservar o seu lanche em Roland Garros com antecedência, pode fazer o pagamento online, com 20% de desconto e retirá-lo no serviço expresso dentro de Roland Garros, evitando filas.

Adeus aos pombos

Muito presentes em Paris, os pombos também frequentam Roland Garros e acabam deteriorando o complexo, principalmente as arquibancadas e vez que outra interferindo nos jogos. Para diminuir a presença deles, falcões estarão no ar para afastá-los, seguindo o exemplo de Wimbledon.

 

Nova Babolat Roland Garros

Outras novidades não diretamente relacionadas ao espaço em si incluem uma nova bola Babolat Roland Garros. Depois de anos usando as bolas da marca Dunlop, a Babolat entrou no Grand Slam francês em 2011 e agora foi adaptada para satisfazer os tenistas. Os Diretores Técnicos da federação francesa e jogadores tops participaram da elaboração e dos testes da nova Babolat Roland Garros.

 

Mobile

O aplicativo para celular de Roland Garros estará disponível neste ano desde o primeiro dia do qualifying, para que todo o torneio seja seguido em tempo real.

 

Arte Modesta

O tradicional pôster de Roland Garros foi concebido neste ano pelo artista francês Herve di Rosa, conhecido por apresentar o conceito da “arte modesta.”

Uma exposição das obras de Di Rosa estarão expostas no Museu de Roland Garros, bem como uma exibição sobre a história do tênis e das raquetes antigas.

Para o seu primeiro poster de Roland Garros, Di Rosa fez uma obra colorida, com mini personagens, olhares e a bola como destaque. Afinal, para ele “a bolinha é a grande atração do jogo de tênis. Você só olha para o jogador quando ele vai bater na bola.”

E quem ganhará da bolinha em 2012?

 

Leave a Comment

Filed under Uncategorized