Tag Archives: miami open brasil

Bruno Soares: “Vamos correr atrás desta final”

Os brasileiros Bruno Soares e Marcelo Melo disputam nesta quinta-feira, em Key Biscayne, uma vaga na final do Miami Open. Depois de derrotarem Ryan Harrison e Rajeev Ram por  6/4 5/7 10/8, na noite de terça, eles enfrentam, a dupla campeã de Wimbledon, formada pelo canadense Vasek Pospisil e pelo norte-americano Jack Sock, de olho em uma inédita final em Miami.
Soares e Melo estão na semi em Miami
“Fizemos três grandes jogos e agora é semi de Masters 1000, contra uma dupla muita forte. Eles jogaram apenas um torneio esse ano, saíram ganhando Indian Wells e já estão na semi aqui. Vamos ter essa quarta off, para dar uma descansada, uma respirada – jogamos três dias seguidos -,pra gente se preparar da melhor maneira possível e ir com tudo para cima deles. Temos que, mais uma vez, tentar fazer o nosso jogo e as coisas que estamos executando, que estão dando certo,” comentou Bruno Soares.

O tenista também comemorou o melhor resultado da temporada e quer ir além. “Estou realmente muito feliz, é o meu melhor resultado, estamos jogando super bem e já dá pra ver que estou mais solto, com mais confiança, executando melhor as bolas e agora vamos correr atrás dessa final.”

A vontade de chegar à decisão em Miami, aumenta ainda mais com a sensação de jogar em casa, já que o público brasileiro tem lotado as quadras do Crandon Park (ficou até gente de fora no jogo de quartas-de-final). “O torneio até agora está muito bacana. A torcida brasileira está lotando a quadra. Está uma atmosfera incrível, de arrepiar. Estamos nos sentindo como se estivéssemos jogando em casa e espero todo mundo aqui de novo.”

A dupla adversária, Pospisil e Sock é a sétima mais bem colocada na temporada (Melo e Soares estão jogando o primeiro torneio ATP do ano juntos). Campeões em Indian Wells na semana passada Pospisil é o 8o. no ranking individual da categoria e Sock, o 10o.

Bruno Soares, 15o., que joga o circuito com Alexander Peya, mas esta semana está competindo ao lado de Marcelo Melo, 4o., – Peya ficou na Áustria para acompanhar o nascimento do segundo filho – disputa uma semifinal em Miami pela primeira vez na carreira. Até então, o seu melhor resultado no Masters 1000 da Flórida havia sido as quartas-de-final no ano passado e em 2009. Neste ano, o melhor resultado do mineiro havia sido a semifinal do Rio Open, um ATP 500.

(foto: João Pires/JUMP)

Leave a Comment

Filed under Uncategorized

Miami Open, cada vez mais brasileiro

Não há como negar. Há tempos que o Miami Open é o torneio internacional que mais tem a presença de público brasileiro nas arquibacandas. Sejam turistas ou residentes da Flórida, o Crandon Park se colore de verde e amarelo. Este ano, com o Itaú como principal patrocinador, o segundo Masters 1000 da temporada ganha cara ainda mais brasileira.Miami Open Itau entrada

Há seis anos o Itaú já marca presença no torneio, mas só a partir deste ano virou o “main sponsor.” O que significa que o nome do banco brasileiro está em todas as peças do torneio, com o “Miami Open presented by Itaú.”

Todas as newsletters do torneio, toda vez que o nome do evento aparece como imagem, no aplicativo da ATP, no site, enfim, em todo o lugar há Itaú espalhado pelo Crandon Park e nas peças do evento.

A chave do torneio, por exemplo, foi sorteada em uma ação chamada Itaú Experience.

Itau Miami OpenSem falar no laranja do banco que mudou a cara do complexo de Key Biscayne. Desde a entrada até os stands de todos os apoiadores e patrocinadores, o laranja impera, inclusive nas cadeiras da praça de alimentação.

Além do Itaú, a TAM também está presente no Miami Open, através da parceria de longa data já existente com a Lan.

Este ano, o torneio ganhou também o patrocínio da Claro, que apesar de pertencer a um conglomerado de empresas mexicana, é uma marca mais do que conhecida no Brasil e principal patrocinadora do Rio Open.

Outra empresa do Brasil também patrocina o Rio Open. É a Faberg Tennis Tours, do ex-profissional Fabio Silberberg, que começou a relação com o torneio levando clientes do Brasil e agora patrocina a competição.

Uma foto tirada hoje da quadra central, por um jornalista britânico (Mike Dickinson) resume a sensação de um Miami Open cada vez mais brasileiro – Claro, Itau, Tam no Miami Open

A influência brasileira é tamanha no evento, que além da dupla de Bruno Soares e Marcelo Melo, que pela ausência dos parceiros habituais jogarão juntos no Crandon Park, outra dupla do Brasil ganhou um convite da competição: Thomaz Bellucci e João Souza, o Feijão. E olha que a chave só teve 2 WCs e o outro, claro, foi dado a uma dupla norte-americana (Harrison e Ram).  Dá para se ter uma ideia da importância do Brasil para o torneio, que 15 anos atrás se coloriu de verde e amarelo na final em que Gustavo Kuerten acabou derrotado por Pete Sampras, mas que transformou para sempre o ambiente do torneio.

Aliás, Guga, como embaixador do Itaú e da Lacoste, que este ano virou principal fornecedora de material esportiva do torneio, estará em Key Biscayne, abrasileirando ainda mais o torneio.

(Foto entrada Miami Open – Grupo Try)

Leave a Comment

Filed under Uncategorized