Tag Archives: nadal rio open

Gira Sul-Americana termina em alta com vitória de Nadal

A gira de torneios da ATP pela América do Sul terminou neste domingo com o maior dos campeões do saibro da atualidade, conquistando o título em Buenos Aires. Rafael Nadal venceu Juan Monaco na final do Argentina Open para erguer o 65 trofeu da carreira.

Com a vitória de Nadal no Buenos Aires Lawn Tennis Club, a Gira termina em alta.

Nadal em Buenos Aires

Mesmo sem grandes estrelas no circuito, além de Nadal, que optem por deixar os petrodólares de Dubai de lado ou as quadras rápidas da Europa, Estados Unidos e até mesmo de Acapulco, que já chegou a integrar a Gira, o tour da América do Sul cumpriu o seu papel.

Os fãs, com poucas exceções (São Paulo foi aparentemente dos menos cheios), encheram as arquibancadas de Quito a Buenos Aires. Tênis foi televisionado por horas e horas diariamente nos respectivos países, sem falar da exposição da região para o resto do mundo. E os tenistas latinos aproveitaram a chance única no ano de jogar por aqui e no saibro, para subirem no ranking. Espanhóis e latino-americanos brilharam nas quadras de Quito, São Paulo, Rio de Janeiro e Buenos Aires.

A gira começou em Quito, marcando o primeiro título de Victor Estrella Burgos, da República Dominicana, no circuito. Ganhou de Feliciano Lopez na final. Ele e Fernando Verdasco eram as grandes atrações no Equador.

A chave ainda contou com o bom resultado de Thomaz Bellucci, que foi à semifinal e de João Souza, o Feijão disputando a sua primeira final nas duplas. Jogou com Burgos e perdeu para Kretschmer e Satschko 7/5 7/6(3).

O Brasil Open viu Feijão alcançar o melhor resultado da carreira e chegar à semifinal. O colombiano Santiago Giraldo também foi à semi no Ibirapuera. O uruguaio Pablo Cuevas foi o grande campeão, derrotando a surpresa italiana, Luca Vanni na final.

Ainda teve Marcelo Melo na semi de duplas e os colombianos Juan Sebastian Cabal e Robert Farah ganhando nas duplas.

O Rio Open consagrou o espanhol David Ferrer, conquistando o 23o. título da carreira., diante de Fabio Fognini. Nadal, a grande atração, foi até a semifinal. Feijão continuou brilhando e foi quadrifinalista na cidade que escolheu para viver.

O austríaco Hauder Maurer, que eliminou Feijão, foi o único não latino nas quartas no Rio.

Bruno Soares foi o melhor duplista do Brasil, chegando à semi.

E ainda teve as mulheres no Rio Open. Gabriela Cé venceu o seu primeiro jogo na chave de um WTA e Bia Maia foi às quartas-de-final, tendo 3 match points contra a eventual campeã, Sara Errani.

 

Em Buenos Aires, a final dos sonhos para qualquer diretor de torneio. A grande estrela, Nadal, e o jogador local, Juan Monaco. Vitória de Nadal. 11argentinos na chave principal e 2 na semi. O torneio que ficou na ingrata data que era de São Paulo, conseguiu se recuperar.

 

Quadro de campeões

Gira Sul-Americana

 

ATP Quito

Victor Estrella Burgos(DOM) d. Feliciano Lopez (ESP) 6/2 6/7(5) 7/6(5)

Kretschmer /Satschko d. Souza/Estrella Burgos 7/6 7/6(3)

 

Brasil Open

Pablo Cuevas (URU) d. Lucas Vanni (ITA) 6/4 3/6 7/6(4)

Cabal/Farah d. Lorenzi/Schwartzmann 6/4 6/2

 

Rio Open

David Ferrer (ESP) d. Fabio Fognini (ITA) 6/2 6/3

Klizan/Oswald d. Andujar/Marach 7/6(3) 6/4

 

Sara Errani (ITA) d. Anna Schmiedlova (SVK) 7/6(2) 6/1

Bonaventura/Peterson d. Begu/Irigoyen 3/0 des.

 

Argentina Open

Rafael Nadal (ESP) d. Juan Monaco (ARG) 6/4 6/1

Sá/Nieminen d. Andujar/Marach 4/6 6/4 10-7

Leave a Comment

Filed under Uncategorized

O Rio Open em fotos

Foram 10 dias de Rio Open, ou melhor 12, se considerarmos a data da chegada de Rafael Nadal ao Rio.

Dias intensos. Tanta coisa bacana aconteceu que resolvi fazer um apanhado destes melhores momentos nas fotos.

AGIF15022217431846 AGIF15022221130322 AGIF1502221912428 AGIF15022121065719 AGIF15022123065198 AGIF15022102210116 Rio Open 2015, Foto Nadal e Ferrer, Windsor AGIF15022018565568 AGIF15021921285281 AGIF1502191756548 AGIF15021912491358 AGIF15021819170364 Joao Souza, Facundo (BRA) x  Arguello Paolo Lorenzi (ARG) durante partida no Rio Open 2015, realizado no Jockey Clube Brasileiro. Foto: AGIF Rio Open 2015 - Pauline Parmentier (USA) x Gabriela CE (BRA) Rio Open 2015 - Sorteio de Chaves Rio Open 2015 Qualifying - Facundo Bagnis (ARG) x Fabiano de Paula (BRA) Rio Open 2015, Coletiva Rafael Nadal Rio Open 2015 - Santiago Giraldo

Leave a Comment

Filed under Uncategorized

Rio Open terá Ferrer em 2015. Nadal também já confirmou presença.

O Rio Open Apresentado pela Claro terá mais um top 10 na lista de estrelas da competição. O espanhol David Ferrer, atual 10º colocado no ranking da ATP, se junta a Rafael Nadal e voltará ao Rio de Janeiro em 2015. A IMX, organizadora do evento, confirmou que Ferrer disputará a segunda edição do Rio Open apresentado pela Claro, que acontecerá novamente no Jockey Club Brasileiro, de dia 16 a 22 de fevereiro, com disputas simultâneas de um ATP World Tour 500 e de uma etapa do WTA International. A venda de ingressos começa na sexta, dia 12, pelo site www.tudus.com.br.

Em 2014, Ferrer, cabeça-de-chave No. 2 do Rio Open, fez uma grande campanha, eliminando o brasileiro Thomaz Bellucci nas quartas-de-final por 2 sets a 1, com parciais de 4/6, 6/3 e 6/3. Na semifinal caiu perante o ucraniano Alexandr Dolgopolov por 2 sets a 0 (6/4 e 6/4), perdendo a chance de reeditar a final de Roland Garros de 2013 contra seu compatriota, Rafael Nadal, campeão do torneio, que também está confirmado para a edição de 2015 do Rio Open.

Ferrer_RioOpen2014_18022014_RR_6464-3

“Estou muito ansioso para retornar ao Rio Open no ano que vem. Este torneio é extremamente bem organizado, o Rio de Janeiro é lindo, e a atmosfera criada pelo público faz do Rio Open um dos torneios mais memoráveis do ano pra mim”, disse David Ferrer.

O espanhol é conhecido no circuito mundial por ser um “homem de ferro”, pelo seu físico invejável e espírito de luta, nunca desistindo de nenhuma bola e lutando pela vitória até o último ponto. Ele, que já chegou ao 3o. posto no ranking mundial, em 2013, pouco tempo após o vice-campeonato de Roland Garros, tem no currículo 21 títulos de simples (em 46 finais disputadas), entre eles o Masters 1000 de Paris, em 2012, o principal da carreira, e sete conquistas em ATPs 500. Ferrer também já chegou a disputar uma decisão do ATP World Tour Finals, em 2007, perdendo para Roger Federer. Neste ano, foi campeão do ATP 250 de Buenos Aires e vice-campeão do Masters 1000 de Cincinnati e dos ATPs de 500 de Hamburgo e 250 de Viena. Além disso, chegou à histórica marca de 600 vitórias na carreira, feito que apenas Federer, Nadal, Djokovic e Hewitt têm, entre os jogadores em atividade.

“É uma satisfação enorme ter o Ferrer de volta no Rio Open. Já é nossa segunda grande estrela confirmada, ao lado do Nadal, é um vice-campeão de Roland Garros e que está entre os 10 melhores do mundo desde 2010. Sem dúvida ele é um dos maiores exemplos de longevidade, garra e superação,” comentou Luiz Carvalho, Diretor do Torneio.

Em 2015, a competição ganha mais uma quadra de saibro, passando para um total de nove. Sendo uma delas, o estádio central com capacidade para 6.200 pessoas. Assim como na primeira edição, além dos jogos, haverá uma área interativa, o Leblon Boulevard, com diversas atrações para o público, com stands, lojas e uma Praça de Alimentação. A expectativa da organização é superar o público da primeira edição, que foi de 50 mil pessoas presentes.

Leave a Comment

Filed under Uncategorized

Federer e Murray se aproximam do no. 1 e do ATP Finals

Roger Federer e Andy Murray saíram vitoriosos das últimas disputas de torneios ATP World Tour 500 da temporada. Federer ganhou o seu sexto título em Basel, enquanto que Murray venceu em Valência pela segunda vez.

O suíço, jogando em casa, não teve muitas dificuldades para superar o surpreendente David Goffin, por duplo 6/2, depois de ter vencido, na sequência, Muller, Istomin, Dimitrov e Karlovic. Com o título, Federer agora se aproxima ainda mais de Novak Djokovic em busca do posto de número um do mundo.Federer Basel

SeFederer saiu vitorioso na Suíça, Nadal, que jogou por lá, encerrou a sua temporada depois de ser superado por outro jovem, Borna Coric (17 anos), nas quartas-de-final. Confirmado no Rio Open para 2015, ele anunciou que não jogaria o Masters 1000 de Paris e nem o ATP World Tour Finals, em Londres, para operar da apendicite, no início do mês.

Andy Murray, diferente de Federer, teve que jogar por 3h20min, para conquistar o título do ATP 500 espanhol. Venceu Tommy Robredo por 3/6 7/6 7/6 salvando 5 match points, como havia feito semanas antes na final do ATP de Shenzen, diante do mesmo adversário. Para chegar ao título, Murray ganhou de Melzer, Fognini, Anderson e Ferrer. A vitória coloca Murray quase no ATP Finals.

Foi em Valência também que Thomaz Bellucci somou importantes pontos para voltar ao top 50, alcançando as quartas-de-final da competição que encerrou a sua temporada.

 

Leave a Comment

Filed under Uncategorized