Tag Archives: Nadal x Del Potro

Nadal – Imagina na temporada de saibro

Há alguns dias, no Rio, Bjorn Borg afirmou, sem titubear que Rafael Nadal seria favorito em Roland Garros.  Os colegas jornalistas, ao meu lado, incrédulos, questionaram o sueco mais uma vez, compararam com a afirmação contrária do compatriota Mats Wilander e Borg manteve a sua posição.  O seis vezes campeão de Roland Garros ainda nem havia visto Nadal jogar muito em Indian Wells. Neste domingo ele disputa o título contra Juan Martin del Potro. A quarta decisão desde que voltou a competir, depois de sete meses de ausência do circuito, lesionado.

Nadal Indian Wells

Da mesma maneira que voltou aos eventos, na temporada de saibro, no início de fevereiro, no Chile, humilde, dizendo que o normal seria perder, Nadal continua se surpreendendo com as próprias vitórias. Claro que elas mudaram de nível. De jogadores, em sua maioria sul-americanos, que ele nunca havia visto ou ouvido falar até vê-los do outro lado da rede, Nadal ganhou nas últimas semanas de Almagro, Ferrer, Gulbis, Federer e Berdych (64 75).

 

A movimentação e os golpes que até pareciam estranhos em Viña del Mar e no Brasil Open foram voltando ao normal e de um tenista que foi derrotado por Horacio Zeballos, que perdeu sets para Martin Alund e Carlos Berlocq, Nadal em quatro torneios já começa a voltar a ser o super campeão que ganhou 7 vezes Roland Garros, completou o Grand Slam.  Aqueles dias de Viña del Mar e Brasil Open já parecem distantes. E o sucesso maior desta retomada acontece justamente nas quadras que ele mais criticou, as rápidas.

Imagina na temporada de saibro como ele estará? Temos que concordar com Borg.

Neste domingo, no deserto californiano, dos Big Four, apenas Nadal estará na decisão. Federer, Djokovic e Murray não chegaram à final. Djokovic foi superado na semi (46 64 64)por Del Potro, o mesmo que derrotou Murray. Federer, sofrendo com as costas, perdeu sem oferecer muita resistência, para Nadal.

De repente, em um torneio, os três últimos campeões de Grand Slam, não disputarão a final. Nadal, que esteve ausente desde a 2ª rodada de Wimbledon até o fim do Australian Open, é quem jogará pelo título do BNP Paribas Open, o primeiro Masters 1000 do ano.

Leave a Comment

Filed under Uncategorized

Segunda é o Dia Mundial do Tênis

O mundo comemora, na segunda-feira, o Dia Mundial do Tênis, o World Tennis Day. Para celebrar também os 100 anos da ITF, diversos eventos acontecerão ao redor do mundo, com os maiores sendo em Nova York, Hong Kong e Los Angeles.

World Tennis Day

A ideia de criar um dia Mundial do Tênis surgiu depois que a empresa do CEO Jerry Solomon, StarGames, criou a Tennis Night in America, trazendo de volta o tênis para o Madison Square Garden, em 2008. Desde então, o evento foi crescendo e mobilizando mais pessoas envolvidas no esporte país afora. Federer e Sampras se enfrentaram por lá, Agassi e Sampras também, assim como Serena e Venus Williams, Clijsters e Kuznetsova, entre outras estrelas.

Neste ano o BNP Paribas Showdown terá a presença de Nadal enfrentando Del Potro e Serena jogando contra Azarenka.  Tennis Madison Square Garden

O BNP, um dos principais patrocinadores do tênis, promoverá um evento também em Hong Kong, com Wozniacki e Radwanska e McEnroe e Lendl.

Outra grande festa do esporte acontecerá em Los Angeles. A cidade californiana que perdeu o seu ATP, disputado anualmente em julho, sediará, dias antes do Masters 1000 de Indian Wells, o LA Tennis Challenge. Idealizado por Mardy Fish e Justin Gimelstob, o evento, na UCLA, terá uma partida entre Haas e Blake, outra entre Fish e Djokovic e um jogo de duplas entre Djokovic e Sampras contra os irmãos Bryan.

Sampras Djokovic

A ITF incentivou outras Federações mundo afora a promoverem o World Tennis Day e fazerem eventos locais. No Equador, por exemplo, Nicolas Lapentti e Andres Gomez convidarão o público a bater uma bola com eles; na Sérvia haverá a distribuição de produtos gratuitos de tênis e uma manhã de tênis na academia do Djokovic. Aqui do lado, na Argentina, a Avenida 9 de Julio será fechada, no domingo, para uma exibição de Tennis10s, programa de incentivo ao esporte para crianças, com bolas,  raquetes e quadras menores.

A maioria dos outros países listados pela ITF, incluindo o Brasil, terá ações isoladas de Tennis10s. Aqui não fecharemos a Av. Paulista ou veremos quadras de mini-tênis no calçadão de Copacabana ou Ipanema. Soube que a Squash Tennis Center, em Recife, dedicará o dia a chamar mais gente para o esporte, na 2ª feira, lançando o TennisXpress. Boa iniciativa. Mas, em geral, no país, depois de tantos eventos grandes, seguidos no País – Gillette Federer Tour, Brasil Open, WTA em Florianópolis, gostaria de ver mais, esperava mais para celebrar o esporte.

2 Comments

Filed under Uncategorized

O ingresso mais valioso do tênis é o desta 2ª em Wimbledon

Lembro perfeitamente da primeira vez que vim a Wimbledon, há 14 anos – nossa, faz tempo e de um colega jornalista chamando a minha atenção de que a segunda-feira, da segunda semana de Wimbledon, depois do Middle Sunday, era a mais interessante do tênis.

Foi um 1997 que choveu muito e os jogos acabaram se enrolando, não dando para seguir muito o que eles chamam de “intended order of play,” do torneio e não me dei conta do que era a segunda mais valiosa do tênis.
Desta vez, a segunda depois do “Middle Sunday,” é assim que os Brits se referem ao domingo de folga – lembrando que a folga não é direcionada aos tenistas e sim à gram que precisa descansar – é o melhor ingresso de tênis do ano para quem for assistir um campeonato ao vivo.


Wimbledon é único Grand Slam que tem, no mesmo dia, todas as oitavas-de-final de homens e mulheres. Nos outros Grand Slams são em dias separados e nem sempre todos os homens jogam as oitavas no mesmo dia e nem mesmo as mulheres.

Nesta segunda no All England Lawn Tennis & Crocquet Club, quem comprou ingresso vai assistir o que há de melhor na ATP e WTA. São os 16 melhores do torneio em ação, desde agora até à noite.

Enquanto escrevo esse texto, depois de ter descansado também no middle Sunday, Sharapova e Peng já estão jogando por uma vaga nas quartas-de-final, assim como Azarenka e Petrova; Lisicki e Cetkovska; Paszek e Pervak e abrindo a sessão masculina, a surpresa e revelação Tomic x Malisse.

Ao longo do dia, o quarteto mágico do tênis estará em ação: Murray x Gasquet; Nadal x Del Potro; Federer x Youzhny e Djokovic x Llodra.

Ah e tem também as irmãs Williams; Serena x Bartoli; Venus x Pironkova, a número um do mundo Wozniacki x Cibulkova, o vice do ano passado, Berdych x Fish, o Lopez que eliminou o ROddick  x o polaco Kubot e ainda Ferrer x Tsonga?

Quanto vale um ingresso desses hein?

Imagem do ingresso!

 

 

Para se ter uma ideia, um ingresso para quadra central hoje custa 54 pounds, ou seja, 138 reais, mas esse mesmo ticket não dá direito a assistir os jogos da quadra 1, ou quem tiver o ingresso da quadra 1 também não pode ir à central. Mas, mesmo assim, continua sendo o ingresso mais bem pago de tênis do ano. E sempre dá para assistir uma partida ou outra sentado na Murray Mountain, desfrutando strawberries & cream com champagne ou típico British Pimm’s.

 

 

 

Enhanced by Zemanta

Leave a Comment

Filed under Uncategorized