Tag Archives: teliana pereira

Teliana embarca nesta 3a. para iniciar a temporada 2016

Teliana Pereira embarca nesta terça-feira para o outro lado do mundo, para iniciar a temporada 2016, em Brisbane, na Austrália, depois de semanas de pré-temporada em Curitiba.

Teliana Pereira

“Fiz uma preparação muito boa. Foram três semanas treinando só na quadra rápida – sem falar nas outras de físico – fazendo alguns ajustes para começar bem a  temporada 2016. Os treinos foram ótimos, me sinto bem fisicamente, com a melhor pré-temporada que já fiz,” disse Teliana

O primeiro desafio da tenista número 1 da América do Sul é o WTA de Brisbane, em que aguarda a confirmação para ver se entra direto na chave principal. Na sequência joga o WTA de Hobart e depois o Australian Open. “Serão dois torneios antes do Australian Open.Estou muito motivada para começar o ano com tudo, me sentindo ótima em quadra e quero aproveitar esse primeiro trimestre em que não tenho pontos a defender.”

Atual 46a colocada no ranking mundial, Teliana quer aproveitar o embalo de um ano inesquecível para continuar evoluindo. ” Sei que tenho torneios duros pela frente, mas o meu objetivo continua o de sempre evoluir e focar nos treinamentos, com a próxima meta de  chegar no top 30.”

CALENDÁRIO 2016
05 jan – WTA Premier Brisbane (rápida)
12 jan – WTA International Hobart (rápida)
19 jan – Australian Open – Grand Slam (rápida)
02 fev – FED CUP (Bolívia)
15 fev – Rio Open – WTA International (saibro)
09 mar – Indian Wells – WTA Premier
23 mar – Miami Open – WTA Premier

SOBRE TELIANA PEREIRA – Natural do município de Águas Belas, no sertão pernambucano, Teliana, nascida em 20/07/1988, migrou para o Paraná ainda criança. Iniciou a carreira profissional em 2005, depois de ótimas atuações como juvenil, e em 2007 deu um pulo na carreira, conquistando a medalha de Bronze no Pan do Rio, ao lado de Joana Cortez, nas duplas.
Em 2013, se tornou a primeira brasileira a alcançar a semifinal de um WTA – em Bogotá –  desde 1989. Ainda naquele ano, se tornou a primeira tenista do Brasil a chegar no top 100 da WTA, desde 1990.
Dentro do top 100, em 2014, Teliana conseguiu disputar, pela primeira vez na carreira, todos os Grand Slams na chave principal, chegou a ganhar uma rodada em Roland Garros.
Agora em 2015 quebrou um jejum de 27 anos do Brasil ao conquistar o primeiro título da carreira no WTA de Bogotá, em abril. Em agosto conquistou o segundo trofeu de WTA, em Florianópolis e entrou para o top 50  – 48a. -pela primeira vez, se tornando a 3a. tenista mais bem classificada da história no Brasil, atrás apenas de Maria Esther Bueno e Niege Dias. Atualmente é a 46a. colocada no ranking mundial.
Teliana conta com os patrocínios da Asics, CBT/Correios, Deloitte, Estácio, Wilson, TOP 2016 Paraná e tem a sua carreira gerenciada pela LinkinFirm, do ex-tenista profissional Marcio Torres.

Leave a Comment

Filed under Uncategorized

Teliana faz história e conquista 2o. título de WTA da carreira em Florianópolis

A tenista Teliana Pereira continua fazendo história no tênis mundial. Depois de quebrar o jejum de 27 anos do Brasil sem conquistar um título no circuito, vencendo o WTA de Bogotá em abril, ela venceu neste sábado, na quadra central do Costão do Santinho, completamente lotada, o segundo trofeu de WTA da carreira, derrotando a alemã Annika Beck, 68a. colocada no ranking mundial, por 6/4 4/6 6/1. A vitória em casa é a primeira de uma brasileira desde que Niege Dias ganhou o WTA do Guarujá em 1987.

Teliana campeã em Floripa

“É o dia mais feliz da minha vida,” comemorou Teliana. “Cheguei aqui sem saber se iria jogar. Foi uma semana muito difícil. Tive que superar muita coisa,” analisou a brasileira que com dores no joelho nem sabia se teria condições de disputar o WTA em Florianópolis, tendo abandonado uma partida, justamente contra Beck, na semana anterior no WTA de Bad Gastein.  Além disso, passou apuro na primeira rodada contra a argentina Irigoyen e teve que lidar com condições adversas de jogo.
Depois de perder o segundo set, ela foi para o tudo ou nada na decisão contra Beck.
“Há uns três dias estou gripada e sabia que precisava esquecer o cansaço no terceiro set e ir pra cima, sem pensar em mais nada.”

Emocionada com a conquista diante da família, do namorado Alexandre, do irmão e treinador Renato e de amigos próximos, Teliana lembrou do início de vida difícil e do primeiro treinador, o francês Didier Rayon. “Se não fosse por ele, não estaríamos aqui, nem eu, nem a minha família. Fico muito feliz por estarmos todos juntos hoje. Temos uma história muito bonita, do lugar onde saímos e por tudo que passamos. Eu também passei por momentos difíceis na carreira, por isso me identifico quando a torcida me chama de guerreira,” falou Teliana, se referindo a série de cirurgias e lesões pelas quais passou no joelho. “Não sou uma jogadora com golpes espetaculares, mas luto por todos os pontos até o fim. `As vezes parece que acordei com dois trofeus de WTA em casa, mas sei o que eu e toda minha equipe trabalhamos para isso.”

Teliana Pereira campeã WTA

Natural do município de Águas Belas, no sertão pernambucano, Teliana, 27 anos, migrou para o Paraná ainda criança quando o pai encontrou um trabalho em uma academia de tênis. Foi na academia do técnico francês Didier Rayon que ela teve o primieiro contato com o esporte. Pegou bolinha, começou a bater bola, a treinar e  iniciou a carreira profissional em 2005, depois de ótimas atuações como juvenil. Em 2007 deu um pulo na carreira, conquistando a medalha de Bronze no Pan do Rio, ao lado de Joana Cortez, nas duplas.
Em 2013, se tornou a primeira brasileira a alcançar a semifinal de um WTA – em Bogotá –  desde 1989. Ainda naquele ano, se tornou a primeira tenista do Brasil a chegar no top 100 da WTA, desde 1990.
Dentro do top 100, em 2014, Teliana conseguiu disputar, pela primeira vez na carreira, todos os Grand Slams na chave principal, chegou a ganhar uma rodada em Roland Garros.
Agora em 2015 saltou mais de 100 posições no ranking – era a 162a em abril, venceu 2 WTAs e está entrado para o top 50 do ranking mundial. Deve aparecer na 48a. colocação, com os 280 pontos conquistados no WTA International de FLorianópolis.

“O objetivo do ano era terminar entre as 50 melhores. Estou muito feliz por ter atingido essa marca. Não quero criar expectativas. Quero agora curtir este momento. Depois de Bogotá não tive muito tempo para comemorar, agora vou aproveitar.”

A posição entre as 50 do mundo, coloca Teliana como a terceira melhor tenista da história do Brasil atrás de Maria Esther Bueno, que jogou a maior parte da carreira antes da Era Aberta e venceu só de simples 7 Grand Slams, e de Niege Dias, que foi a 31a. colocada em 1988.

O próximo desafio de Teliana é o WTA de New Haven, no dia 23 de agosto e em seguida o US Open, último Grand Slam da temporada.
Teliana conta com os patrocínios da Asics, CBT/Correios, Deloitte, Estácio e Wilson e tem a sua carreira gerenciada pela LinkinFirm, do ex-tenista profissional Marcio Torres.

Fotos de Cristiano Andujar/CBT

Leave a Comment

Filed under Uncategorized

Teliana é superada na França e joga o WTA de Bucareste

A brasileira Teliana Pereira foi superada neste sábado, na semifinal do ITF de U$ 100 mil em Contrexeville, na França. Ela perdeu para a romena Alexandra Dulgheru, 60a colocada no ranking mundial, por 6/0 6/3 e parte agora para Bucareste, onde disputa o WTA International, já na semana que vem.

Teliana é superada e joga WTA de Bucareste

“Eu não joguei bem e ela jogou muito,” resumiu Teliana. “Mas, foi uma boa semana. Nesses torneios ITFs fortes só tem jogo duro e e eu fiz uma boa preparação para os próximos WTAs.”

A estreia de Teliana, 77a. colocada no ranking mundial, será contra a eslovaca Kristina Kucova, 118a. da WTA.

Ela viaja no domingo pela manhã, chegando no fim do dia a Bucareste.

Depois de Bucareste, Teliana joga os WTAs de Bad Gastein e Florianópolis, todos no saibro.

foto de Cynthia Lum

Leave a Comment

Filed under Uncategorized

Teliana vence e joga para ir à final na França

A brasileira Teliana Pereira disputará neste sábado, no ITF de Contrexeville, na França, com premiação de U$ 100 mil, a sua terceira grande semifinal da temporada. Ela enfrenta a romena Alexandra Dulgheru, 60a colocada no ranking mundial, em busca da vaga na decisão, nesta nova gira do saibro.

Teliana joga para ir à final na França

Nesta sexta, Teliana ganhou da suíça Stefanie Voegele, 104a na WTA, para quem já havia perdido duas vezes, por 7/6(4) 6/4.

“Joguei melhor e me senti mais forte e sólida em quadra. Entrei atenta. Eu já conhecia o jogo dela e tinha perdido dua vezes. Joguei bem tática e mentalmente, me mantendo concentrada o jogo todo,” contou Teliana, feliz com a evolução não só no saibro de Contrexeville, mas ao longo da temporada. “Meu nível de jogo vem crescendo desde o início do ano e estou me sentindo mais confiante para jogar os torneios maiores. Isso me ajuda muito. Quando as coisas não estão saindo como eu gostaria, encontro forças para reverter a situação.”

Mas, Teliana sabe que terá um desafio duro contra Dulgheru na semi. A romena derrotou a brasileira no WTA de Florianópolis, no ano passado, na quadra rápida. “Ela é uma ótima jogadora, muito agressiva e ao mesmo tempo sólida. Vou ter que jogar ponto a ponto, focada em mim e sem pensar no resultado.”

Esta é a terceira grande semifinal que Teliana disputa em 2015. Ela foi,campeã do ITF (50mil +H) de Medellin e campeã do WTA de Bogotá, se tornando a primeira brasileira a conquistar um título desta categoria, depois de 27 anos. Teliana também foi semifinalista do ITF (25mil) de Campinas.

Por já estar na semi, Teliana garante 50 pontos no ranking da WTA, em que é a 77a. colocada. Se passar à final fica com 85. No entanto, a classificação não deve mudar muito, já que a brasileira foi à decisão do ITF de Biarritz (U$ 100 mil) no ano passado, na semana anterior e o torneio mudou de data no calendário.

Leave a Comment

Filed under Uncategorized

Teliana anuncia calendário até Roland Garros

A tenista número um do Brasil, Teliana Pereira, anunciou nesta segunda-feira o seu calendário até o fim de maio, culminando com a disputa do segundo Grand Slam da temporada, Roland Garros. Ela volta a disputar torneios a partir do dia 06 de abril, com o ITF Challenger de Medellin e na sequência joga o WTA de Bogotá, depois seguindo para o WTA de Marrakesh, os Challengers de Cagnes Sur Mer e Saint Gaudens, até chegar a Paris.
Teliana Pereira
Teliana está em Curitiba, fazendo uma mini-pré temporada de 20 dias, depois da disputa do Rio Open e de outros torneios Challengers no Brasil, para encarar com força a sequência de seis torneios no saibro.

“Começamos os treinamentos focados nesses torneios no saibro na semana passada e estou bem animada. Está chegando uma das minhas fases favoritas da temporada. Optamos por fazer um calendário mesclando WTAs com Challengers, com o principal objetivo de chegar com a melhor preparação possível em Roland Garros,” comentou Teliana. ”

Atual 140ª colocada no ranking mundial, Teliana está treinando com o técnico e irmão Renato Pereira, em Curitiba.

Calendário Teliana Pereira – Abril e Maio

06/04 – ITF Challenger Medellin (COL) – U$ 50 mil
13/04 – WTA de Bogotá (COL) – U$ 250 mil
27/04 – WTA de Marrakesh (MAR) – U$ 250 mil
04/05 – ITF Challenger Cagnes Sur Mer (FRA) – U$ 100 mil
11/05 – ITF Challenger Saint Gaudens (FRA) – U$ 50 mil
20/05 – Roland Garros

SOBRE TELIANA PEREIRA – Natural do município de Águas Belas, no sertão pernambucano, Teliana, nascida em 20/07/1988, migrou para o Paraná ainda criança. Iniciou a carreira profissional em 2005, depois de ótimas atuações como juvenil, e em 2007 deu um pulo na carreira, conquistando a medalha de Bronze no Pan do Rio, ao lado de Joana Cortez, nas duplas.
Em 2013, se tornou a primeira brasileira a alcançar a semifinal de um WTA – em Bogotá –  desde 1989. Ainda naquele ano, se tornou a primeira tenista do Brasil a chegar no top 100 da WTA, desde 1990 e atingiu o seu melhor ranking, a 87a colocação.
Dentro do top 100, em 2014, Teliana conseguiu disputar, pela primeira vez na carreira, todos os Grand Slams na chave principal, chegou a ganhar uma rodada em Roland Garros.
Teliana conta com os patrocínios da Asics, CBT/Correios, Deloitte e Wilson e tem a sua carreira gerenciada pela LinkinFirm, do ex-tenista profissional Marcio Torres.

Leave a Comment

Filed under Uncategorized

Rio Open 2015 – Mais 1 quadra, Teliana, Bellucci e Ingressos

A IMX, holding organizadora do Rio Open apresentado pela Claro, anunciou nesta quarta-feira, dia 3, o início da venda de ingressos para o próximo dia 12, a partir das 13h, no site www.tudus.com.br. Os ingressos variam entre R$25 e R$510. O anúncio foi feito durante o lançamento oficial, realizado no Jockey Club Brasileiro. O Rio Open apresentado pela Claro é o único torneio da América do Sul a reunir simultaneamente uma etapa do ATP World Tour 500 e da WTA International, e será realizado no Jockey Club Brasileiro, de 16 a 22 de fevereiro.

Os tenistas Thomas Bellucci, Teliana Pereira, Joao Souza Feijao posam para fotos durante coleitva de lancamento do Rio Open 2015 em evento realizado no Jockey Club

Estiveram presentes no evento atletas que irão participar novamente do torneio, como Thomaz Bellucci, Teliana Pereira e João Souza, o Feijão e a lenda do tênis nacional, Thomaz Koch. Brasileiro melhor colocado na última edição, chegando as quartas de final, Bellucci falou sobre a emoção de competir em casa.

“Foi muito emocionante para mim participar do Rio Open, fiquei arrepiado só de entrar na quadra.  Ainda consegui fazer um bom torneio, jogar de igual para igual com o Ferrer, sendo uma semana muito especial para mim. Foi uma sensação muito boa jogar tão bem dentro de casa, na frente da torcida que lotou as arquibancadas. Tomara que na próxima edição eu consiga seguir jogando bem e apresentar um bom tênis para a torcida”, disse Thomaz Bellucci, melhor brasileiro no ranking da ATP (65º).

Ao seu lado, Teliana Pereira, semifinalista do Rio Open em 2014, melhor brasileira no ranking da WTA (107ª), falou um pouco para os jornalistas presentes sobre a sua experiência no torneio e a expectativa para a próxima edição.

“Eu sempre falo que foi uma das melhores semanas da minha carreira. Jogar com a torcida a meu favor foi uma experiência maravilhosa, que me fez sair do Rio Open muito maior do que entrei. Logo depois tive grandes resultados, inéditos na minha carreira. Só de chegar aqui hoje já fiquei emocionada, com um filme passando na minha cabeça. Estou treinando muito forte para a próxima edição e espero chegar a minha primeira final de WTA”, falou Teliana Pereira.

Além da presença dos atletas, o evento contou também com representantes dos patrocinadores oficiais: Claro, Itaú, Embratel, Peugeot e Asics, o secretário de turismo do Estado do Rio de Janeiro Antônio Pedro Figueira de Mello, o diretor técnico do evento Lui Carvalho e Márcia Casz, COO (Chief Operating Officer) de Esportes da IMX.

“É uma experiência única termos um evento do tamanho do Rio Open, em pleno carnaval carioca. Vai ser bom para os dois lados, tanto para a competição, quanto para a cidade”, disse o secretário Antônio Pedro Figueira de Mello.

A COO de Esportes da IMX, Márcia Casz, demonstrou muita empolgação com a segunda edição do Rio Open e, principalmente, com o futuro planejado para o evento. A tenista Teliana Pereira durante coleitva de lancamento do Rio Open 2015 em evento realizado no Jockey Club

“Estamos encarando essa segunda edição do Rio Open como parte de uma trajetória inspirada em grandes ícones como Roland Garros, US Open e Masters 1000 de Miami, para construir a nossa história com o objetivo principal de inserir o Rio Open no hall dos maiores torneios de tênis de mundo. Sabemos que esse objetivo é atingível, primeiro por ser realizado no Rio de Janeiro, cidade que não deixa nada a desejar a nenhuma outra do mundo, aliado a motivação, dedicação e energia de uma equipe apaixonada pelo que faz e que está sempre buscando fazer o melhor”, declarou.

Ingressos

CADEIRA LATERAL Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Domingo
Sessão manhã R$ 25,00 R$ 25,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 190,00 R$ 370,00 R$ 460,00
Sessão noite R$ 100,00 R$ 100,00 R$ 125,00 R$ 125,00
CADEIRA FUNDO DE QUADRA Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Domingo
Sessão manhã R$ 40,00 R$ 40,00 R$ 70,00 R$ 70,00 R$ 240,00 R$ 410,00 R$ 510,00
Sessão noite R$ 120,00 R$ 120,00 R$ 150,00 R$ 150,00

 

Sobre o Rio Open

 

A segunda edição do Rio Open – ATP World Tour 500 e WTA International, organizado pela IMX, já tem data marcada. O torneio, que já faz parte do calendário esportivo da cidade, acontece novamente no Jockey Club Brasileiro, na Gávea, e será realizado de 16 e 22 de fevereiro, na semana do carnaval. O primeiro atleta a confirmar presença na disputa foi o espanhol Rafael Nadal, campeão de 2014 e um dos maiores ídolos do esporte.

 

Em 2015, a competição ganha mais uma quadra de saibro, passando para um total de nove. Sendo uma delas, o estádio central com capacidade para 6.200 pessoas. Assim como na primeira edição​, além dos jogos, haverá uma área interativa, o Leblon Boulevard, com divers​as​ atra​ções para o público, com stands, lojas e uma Praça de Alimentação. A expectativa da organização é superar o público da primeira edição, que foi de 50 mil pessoas presentes.

 

Além do patrocínio da operadora Claro, o evento, que já faz parte do calendário esportivo da cidade, contará com infraestrutura de TI e Telecomunicações da Embratel, amplamente reconhecida pela tecnologia de ponta utilizada em grandes eventos do Brasil. A Embratel, que possui uma plataforma esportiva com eventos e mais de 20 atletas olímpicos e paraolímpicos patrocinados, foi a primeira empresa a apoiar a candidatura do Rio de Janeiro como sede Olímpica de 2016 e, junto com a Claro, é fornecedora e patrocinadora oficial dos Jogos Olímpicos Rio 2016 na categoria Telecomunicações.

 

A IMX também confirmou outras empresas parceiras do Rio Open. O Itaú, como banco oficial do evento, Rolex, Peugeot, Correios, e as empresas, Corona, Xerox, Amil, Estácio, TAM, TAM VIAGENS, Perrier, Taesa, RJZ Cyrela, Shopping Leblon, Artefacto e Sextante já fecharam patrocínio com o evento. O Hotel Windsor está confirmado como hotel oficial, a Asics será a responsável pelo material esportivo e a Head será a fornecedora da bola oficial do evento.

 

O torneio terá transmissão em HD de cinco jogos por dia, além das semifinais e finais, pelos canais SporTV. A ATP Media distribuirá o sinal do Rio Open diariamente para mais de 50 países. A IMG Media distribuirá o sinal das semifinais e final feminina internacionalmente. O Rio Open é Incentivado pela Lei Estadual de ICMS do Governo do Rio de Janeiro por meio da Secretaria de Esporte e chancelado pela Associação dos Tenistas Profissionais (ATP), Women´s Tennis Association (WTA).

 

 

Rio Open

Data: De 16 a 22 de fevereiro

Local: Jockey Club Brasileiro

Endereço: Rua Mario Ribeiro, 410 – Lagoa, Rio de Janeiro

Ingressos à venda no site www.tudus.com.br a partir das 13h do dia 12 de dezembro de 2014

Valores: de 25,00 a 510,00

 

 

Leave a Comment

Filed under Uncategorized

Teliana no Estadão

Legal abrir o Estadão hoje e ver a matéria com a Teliana Pereira que volta ao top 100 na semana que vem!

teliana

Leave a Comment

Filed under Uncategorized

Fed Cup mostra que podemos acreditar em um futuro para o tênis feminino do Brasil

Estamos longe, muito longe ainda de ver uma brasileira ganhando títulos no grande circuito mundial. Décadas e décadas distante de Maria Esther Bueno. Mas agora, pelo menos, estamos caminhando para evoluir. O Brasil chegou nesta sexta-feira à final do Zonal Americano da Fed Cup, posição que não ocupava há 9 anos e enfrenta  o Canadá, no sábado, por uma vaga no Play Off do Grupo Mundial II.

Equipe Fed Cup

Afirmo que estamos no caminho certo não apenas pelo resultado destes três dias de jogo em Medelín. Mas pelo equipe que envolve a Fed Cup e o tênis feminino, neste momento, no Brasil.

Todas as jogadoras que integram a equipe brasileira – Teliana Pereira, Paula Gonçalves, Bia Haddad Maia e Laura Pigossi, estão lá por mérito e pela vontade que tem de evoluírem, irem adiante e serem jogadoras tops. Se chegarão lá não sabemos. Mas Teliana está no melhor momento da carreira e no 165o. lugar no ranking, todas são comprometidas, esforçadas e dentro do possível são as que estão jogando os Grand Slams – juvenis e profissionais – e torneios maiores mundo afora. E ganharam os três confrontos do Grupo B, com Paraguai (cabeça 1), México e Chile.

Pela primeira vez nos últimos anos, vejo também uma equipe técnica que faz sentido.  A coordenação geral é da Dadá Vieira, a última brasileira que esteve entre as top 100. A vontade da Dadá de ver uma menina chegar lá de novo é tanta, que eu acredito. Teliana Pereira

A técnica da equipe é a Roberta Burzagli. Última brasileira a vencer o Banana Bowl nos 18 anos e que há mais de 8 temporadas é técnica juvenil internacional da ITF. Viaja o circuito com as melhores juvenis do mundo. Está presente em diversos torneios, vendo de perto quem é quem e a tendência do tênis feminino.

E a capitã, Carla Tiene, foi das últimas brasileiras que eu vi dar o melhor em quadra, superando lesões, falta de patrocínio e de torneios para conseguir jogar e durante muitos anos. Fez muito bem a transição de jogadora par técnica e assume, com segurança, o posto de capitã.

As meninas tem uma dura missão no sábado. Enfrentam o país mais difícil na final, mas que não conta com a número um da nação, Aleksandra Wozniak. Mas, é uma decisão, novidade para as meninas brasileiras.

Independente do que acontecer neste sábado, dá para acreditar que o futuro do tênis feminino do Brasil, país que terá 2 WTAs a partir do ano que vem e um já daqui a poucas semanas, existe.

(fotos de Roberta Burzagli)

1 Comment

Filed under Uncategorized