Tag Archives: tennis medals

“Decadente” Estados Unidos domina olimpíadas em Londres, com três dos cinco ouros

Quantas vezes já ouvimos falar que o tênis americano está em decadência, que os jogadores dos Estados Unidos já não vencem como antes, que o esporte não tem mais estrelas? Pode até ser que a tal renovação esteja demorando um pouco para decolar, mas os americanos dominaram completamente as olimpíadas no tênis, em Londres. Dos cinco ouros em disputa, três foram para os Estados Unidos e das cinco categorias olímpicas, quatro tiveram a bandeira americana hasteada. Das 15 medalhas em jogo, 4 ficaram com os Estados Unidos.

 Serena Williams foi a grande sensação americana. Desde a estreia, com a Primeira Dama dos Estados Unidos, Michelle Obama, torcendo por ela na quadra central do All England Club, ela parecia estar jogando um campeonato diferente, só dela. Do começo ao fim foi destruindo as adversárias. Não importava se eram campeãs de Grand Slam, número um do mundo, ou simplesmente uma atleta olímpica. Ao fim do jogo, lá estava Serena, comemorando, sem se quer ter sido ameaçada.

 

Nas duplas, com a irmã mais velha, Venus Williams, fez história de novo ao conquistar o terceiro ouro na categoria, depois de Sidney e Beijing. Lesionada ela não competiu em Atenas. Agora ambas as Williams tem quatro medalhas de ouro, recorde olímpico. Venus foi campeã em Sidney.

 

Os irmãos Bob e Mike Bryan deram aos Estados Unidos a medalha de ouro nas duplas, a primeira da dupla que deu a eles o status de parceria Golden Slam. Com o ouro olímpico, tem no currículo agora os títulos dos quatro Grand Slams e as olimpíadas.  De quebra, ainda Mike Bryan levou mais uma medalha para casa, a de bronze, nas duplas mistas com Lisa Raymond.

 

Os três ouros do tênis colocaram os Estados Unidos mais perto da briga com a China, pela liderança no ranking de medalhdas de Londres 2012. 

 

A Rússia que dominou o pódio em 2008, saiu do All England Club com duas medalhas, a de prata de Sharapova e a de bronze de Kirilenko e Petrova. O resultado só deu gostinho de quero mais para Sharapova.

 

Ao lado de Victoria Azarenka, Max Mirnyi pôde enfim comemorar a sua primeira medalha olímpica e de ouro. A nação vizinha a Rússia, a Bielorússia, aplaudiu orgulhosa o ouro da dupla e o bronze de Victoria.

 

As checas Hradecka e Hlavackova, deixaram o país, com a prata nas duplas, na frente do Brasil no quadro de medalhas.

A Suíça esperava ver Roger Federer com o ouro, mas o tenista parece ter se contentado com a prata, afinal, pelo menos foi a primeira medalha olímpica dele.

Os ingleses sonhavam, e de tanto sonhar conseguiram ver um britânico emergir campeão no All England Club. Andy Murray fez as honras da casa e se juntou a outros 15 medalhistas de ouro, além de ter ganhado outra medalha para a Grã Bretanha, a de prata, nas duplas, com a novata Laura Robson.

Mas, sem dúvida, a medalha mais celebrada por uma nação foi a de Juan Martin del Potro. Sem vitórias olímpicas até então, o tenista deu ao país afundado em uma crise econômica, a alegria de ver o nome Argentina no quadro de medalhas. Mesmo sendo um bronze, a sensação para o país foi de uma medalha de diamante.

E nesta segunda-feira, enquanto os olhos do esporte continuam voltados para Londres, os do tênis mudam de continente. Começa hoje a Rogers Cup, em Toronto e Montreal.

É o primeiro Masters 1000 do verão da América do Norte.

O torneio não contará com diversos atletas olímpicos, mas é a chance dos americanos começarem a provar, e tem mais cinco semanas para isso até o fim do US Open, que o tênis americano ainda não está em declínio.

 

QUADRO DE MEDALHAS LONDRES 2012

 

Simples masculino

Andy Murray (GBR)

Roger Federer (SUI)

Juan Martin del Potro (ARG)

 

Simples feminino

Serena Williams (EUA)

Maria Sharapova (RUS)

Victoria Azarenka (BLR)

 

Duplas Masculino

Bob Bryan/Mike Bryan (EUA)

Joe Wilfried Tsonga / Michael Llodra (FRA)

Richard Gasquet / Julien Benneteau (FRA)

 

Duplas Feminino

Serena Williams / Venus Williams (EUA)

Andrea Hlavackova / Lucie Hradecka (CZE)

Nadia Petrova / Maria Kirilenko (RUS)

 

Duplas Mistas

Victoria Azarenka / Max Mirnyi (BLR)

Laura Robson / Andy Murray (GBR)

Lisa Raymon /Mike Bryan (EUA)

 

 

Leave a Comment

Filed under Uncategorized

Entre Federer, Djokovic, Murray e Del Potro, um deles vai ficar sem medalha

Já que o Brasil não tem mais chances de medalha, depois da derrota de Melo e Soares para Tsonga e Llodra, apesar de terem entrado para a história olímpica com a quebra do recorde no jogo anterior, vamos olhar para as estrelas de simples das olimpíadas no tênis. Roger Federer e Juan Martin del Potro e Andy Murray e Novak Djokovic jogarão as semifinais olímpicas, em Wimbledon, nesta sexta. E um deles vai ficar sem medalha. Quem será?

 

Depois das vitórias de Federer sobre Isner, de Djokovic sobre Tsonga, de Murray diante de Almagro e de Del Potro diante de Nishikori, os vencedores do próximos jogo, competirão pelo ouro olímpico e os perdedores, pelo bronze.

Dos quatro tenistas, o único que tem uma medalha de simples é o sérvio Novak Djokovic. Foi bronze em Beijing.

Roger Federer tem um ouro olímpico, nas duplas, da mesma Beijing.

Andy Murray, a esperança britânica, sonha com a medalha e provavelmente qualquer coisa menos do que o ouro seria uma decepção para o atleta do país sede das olimpíadas, ainda mais após a derrota para Federer na final de Wimbledon, há um mês.

Juan Martin del Potro quer continuar a tradição argentina no tênis. As últimas a conquistarem medalha olímpica foram Paola Suarez e Patricia Tarabini, com o bronze, em Atenas.

Javier Frana e Christian Miniussi também foram bronze, nas duplas, em Barcelona e Gabriela Sabatini foi medalhista de prata, em simples, em Seul.

 

Grã-Bretanha e a Sérvia já tem medalhas. Aliás, a Grã-Bretanha está em quinto no lugar na classificação. A Sérvia tem apenas uma.

Para Del Potro e Federer, o jogo vale muito mais do que a vaga à final olímpica. Vale a primeira e talvez a única medalha nas Olimpíadas para os seus respectivos países.

 

Foto de Djokovic – Inova Foto

 

 

 

 

 

 

Leave a Comment

Filed under Uncategorized